descrição

Espaço de aprendizagem colaborativa, de construção do conhecimento e de interação, pretende sensibilizar/consciencializar a comunidade educativa para as medidas de prevenção e segurança.

domingo, 5 de junho de 2016

Dia do Agrupamento- 3 de junho 2016

O Clube de Proteção Civil da Escola Básica Barbosa du Bocage, contou com a colaboração da Companhia de Bombeiros e Sapadores de Setúbal na apresentação de uma atividade teórica/ prática sobre "Suporte Básico de Vida". 
O Subchefe da Companhia, Pedro Batista, apresentou e forma clara e concisa os passos essenciais a ter em caso de "emergência", focando os temas: 
- cadeia de sobrevivência;
- Suporte básico de vida;
- Posição lateral de segurança;
- Desobstrução da via aérea;
- Técnicas de compressão abominal.

Os alunos participaram com entusiasmo. Não só levantaram muitas questões, como também quiserem experimentar os diferentes exercícios apresentados pelo Subchefe Pedro Batista.

Fica desde já, o nosso agradecimento à Companhia de Bombeiros e Sapadores de Setúbal e a todos os alunos e professores que acompanharam esta iniciativa.

.



















sábado, 30 de abril de 2016

Simulacro numa escola do concelho

Sismo a fingir testa escola

SIMULACRO

Sismo a fingir testa escola

Um simulacro de um sismo testou, a 7 de abril, durante a manhã, as normas e procedimentos de segurança na Escola Secundária Dom Manuel Martins e as medidas de autoproteção da comunidade em caso de ocorrência daquele fenómeno natural.

O exercício, realizado durante o período de aulas, consistiu no teste aos procedimentos de proteção e segurança dentro das salas de aulas, nos quais a população escolar se protegeu debaixo de secretárias, ombreiras de portas e em cantos das salas.

Após o sinal de alarme para o sismo simulado, os meios externos foram chamados à escola. No local, efetuaram a intervenção de socorro aos sinistrados através da busca e salvamento de duas vítimas que, a fingir, ficaram feridas pela queda de escombros.

Seguiu-se a evacuação total do edifício escolar, com a comunidade escolar a ser encaminhada para o ponto de encontro definido naquele estabelecimento de ensino, no qual foram adotados os procedimentos definidos no plano de segurança.

O simulacro, concretizado com sucesso, contribuiu para a melhoria global nos processos de resposta e gestão da emergência ao nível interno e externo. Estiveram envolvidos no exercício a equipa de segurança da escola, professores, auxiliares de educação e alunos.

O Serviço Municipal de Proteção Civil e Bombeiros e a Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal estiveram presentes no exercício como observadores e operacionalmente com meios externos de intervenção no simulacro.

Fonte: http://www.setubal-360.com/noticias/?id=2392

sábado, 2 de abril de 2016

Reflexão "proteção civil e prevenção de riscos"

Cidades resilientes com ação

RISCOS

Cidades resilientes * com ação

O Serviço Municipal de Proteção Civil e Bombeiros de Setúbal participou, ao longo de março, num conjunto de encontros para reflexão em matérias de proteção civil e prevenção de riscos, incluindo a apresentação da iniciativa "Making Smart Cities".

Um dos encontros, realizado no dia 7, no quartel da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal, visou a apresentação da iniciativa "Making Smart Cities", da AI Systems Research, empresa que integra a plataforma do setor privado ARISE - Alliance for Risk Sensitive Investment, da UNISDR - United Nations International Strategy for Disaster Risk Reduction.

A apresentação, conduzida por Fernando Perez de Britto, em representação da empresa AI Systems Research, deu a conhecer a iniciativa que procura auxiliar cidades que integrem ou desejem integrar princípios de resiliência e sustentabilidade responsável na administração dos seus territórios e interesse das populações.

A iniciativa, que se segue as linhas estratégicas da plataforma ARISE à luz dos objetivos do Quadro de Ação de Sendai 2015-2030, aponta à redução de riscos e à adoção de comportamentos sustentáveis, à aplicação da gestão analítica nas decisões e ações e à obtenção de melhores previsões e um superior planeamento.

O impulsionamento do potencial de desenvolvimento socioeconómico e de qualidade de vida e a melhoria da qualidade de serviço de proteção civil fornecidos às populações são outros benefícios que a iniciativa "Making Smart Cities" procura contribuir para a construção de cidades resilientes.

O Serviço Municipal de Proteção Civil e Bombeiros de Setúbal participou ainda noutras duas iniciativas, concretamente na conferência "Proteção Civil e Sociedade do Risco", promovida pelo Centro de Investigação e Desenvolvimento de Direito e Sociedade, da Universidade Nova de Lisboa, no dia 1, e no seminário "Prevenção no âmbito do Sistema Municipal de Proteção Civil", da autarquia de Cascais, a 4.

Fonte: http://www.setubal-360.com/noticias/?id=2346

* Resilientes: Capacidade do sistema "abalado" voltar ao seu estado normal.

sábado, 27 de fevereiro de 2016

Importância da parceria entre os agentes dos vários paises

 Exercício internacional

RESGATE

Exercício internacional

O Serviço Municipal de Proteção Civil e Bombeiros marca presença, entre 23 e 26 de fevereiro, no Salão Internacional de Segurança, em Madrid, Espanha, onde é dada continuidade à formação no âmbito de busca e resgate em estruturas colapsadas.

A participação setubalense inclui um exercício conjunto entre os Bombeiros Sapadores de Setúbal e os Bombeiros da Comunidade de Madrid.

O exercício surge no seguimento dos trabalhos iniciados com parceiros nacionais e internacionais no âmbito do EU-SETEX USAR 2015, que prevê a formação e certificação internacional de uma equipa, formada por elementos dos Sapadores de Setúbal e da GNR, especializada em busca e resgate em estruturas colapsadas.

O SICUR - Salão Internacional de Segurança é um dos maiores certames realizados na Europa sobre matéria de proteção e segurança. Em 2014, a feira recebeu quase 40 mil visitantes provenientes de 74 de países.

Foram ainda realizadas visitas a "parques de bombeiros" e ao 112 de Madrid, centro coordenador de gestão de emergências.

Fonte: http://www.setubal-360.com/noticias/?id=2295

A prevenção: Um alerta para as inundações

Setúbal 360º

Inundações em análise

REUNIÃO

Inundações em análise

Uma reunião de trabalho analisou o Plano de Gestão do Risco de Inundações da Região Hidrográfica 6 - Sado e Mira, que abrange zonas críticas de Setúbal, Alcácer do Sal e Santiago do Cacém.

Durante o encontro, elementos do Serviço Municipal de Proteção Civil e Bombeiros, da Divisão de Planeamento Urbanístico e do Gabinete de Gestão de Infraestruturas e de Água e Saneamento, também da Câmara Municipal de Setúbal, avaliaram propostas no âmbito do Plano de Gestão do Risco de Inundações.

A equipa de trabalho detetou que o plano atual não leva em consideração o estado de conservação do caneiro da Ribeira do Livramento, além de também negligenciar o impacte sobre as infraestruturas existentes na solução proposta de redefinição do traçado do respetivo caneiro.

Adicionalmente, os técnicos municipais constatam que não é dada relevância a sistemas de aviso e alerta à população para adoção de medidas de reação rápida em caso de cheias e que o plano não aborda os fluxos inversos com potencial geração de inundação por galgamentos costeiros ou tsunami.

Estas preocupações foram transmitidas durante a sessão pública de apresentação do plano, realizada pela Agência Portuguesa do Ambiente a 17 de fevereiro, na Casa da Baía.

Uma sessão pública semelhante terá lugar em breve para apresentar o Plano de Gestão do Risco de Inundação da Bacia Hidrográfica do Tejo, ferramenta que abrange o território da União de Freguesias de Azeitão.

Setúbal é ciclicamente afetada pelo fenómeno de inundações e o Plano de Gestão e Risco de Inundações da Região Hidrográfica 6 sustenta que o concelho está exposto a um risco considerado de nível médio.

Os critérios de definição deste fator de risco consideram que existe uma população superior a 8100 habitantes, zonas comerciais, infraestruturas rodo e ferroviárias e algumas instalações públicas que se encontram particularmente expostos a serem afetados pela eventualidade de cheias.

Fonte: http://www.setubal-360.com/noticias/?id=2292

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

BOAS FESTAS

Os elementos do Clube de proteção Civil da Escola

 Básica Barbosa du Bocage desejam BOAS FESTAS á Comunidade Educativa.