descrição

Espaço de aprendizagem colaborativa, de construção do conhecimento e de interação, pretende sensibilizar/consciencializar a comunidade educativa para as medidas de prevenção e segurança.

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

"Lisboa é a segunda cidade na Europa com maior risco de sismo"



" Lisboa continua a ser uma cidade onde o risco sísmico é muito elevado, sendo a  segunda metrópole europeia onde este risco é maior. 

Desde 1755 que a capital não sente o abalo de um terramoto, mas a acontecer, então um terço de Lisboa ficará em escombros. "

É necessário o investimento na prevenção e fiscalização dos nossos recintos (escolas, casas, centros comerciais...), assim como as pontes. 

É importante que a população saiba reagir perante o abalo sísmico. Assim, de forma a sensibilizar para a problemática, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) realiza esta sexta-feira, às 10h13 e durante um minuto, o exercício a nível nacional “A Terra Treme”, assinalando o Dia Internacional para a Redução de Catástrofes.


http://ensina.rtp.pt/artigo/lisboa_1755/

Lisboa e Vale do Tejo e Algarve no centro das atenções

"Não conseguimos prever quando será o próximo, mas quando vier será muito forte", afirma o engenheiro sísmico Mário Lopes, professor no Departamento de Engenharia Civil do Instituto Superior Técnico, ao Diário de Notícias. Pior que Lisboa, neste momento, só mesmo Istambul, na Turquia, onde a construção existente ainda é pior que na capital portuguesa. Um sismo forte na Turquia poderá provocar 100 mil mortes, sendo que em Portugal pode chegar às 20 ou 30 mil mortes.
Em Portugal o risco agrava-se também pela "falta de prevenção e de fiscalização da construção e da reabilitação de edifícios que não inclui o reforço sísmico das casas, que está previsto num regulamento de 1958", considera o perito.

O chefe do Núcleo de Engenharia Sísmica e Dinâmica de Estruturas do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), Alfredo Campos Costa, partilha a mesma opinião: "Temos um parque de edifícios velhos e desocupados em Lisboa e Setúbal e algumas dessas casas estão a ser reabilitadas. Ou seja, estão a colocar pessoas a viver nessas casas o que é aumentar o risco".

FONTE: https://www.msn.com/pt-pt/noticias/sociedade/lisboa-%C3%A9-a-segunda-cidade-na-europa-com-maior-risco-de-sismo/ar-AAtkvPy?li=AAl4orZ&ocid=spartanntp

Explicação dos procedimentos durante a atividade "A terra treme"

Baixar, Proteger e Aguardar

"Baixamo-nos para diminuir o centro de gravidade e irmos mais rapidamente para o sítio onde nos devemos abrigar e proteger. 



Depois ficamos de cócoras para nos protegermos, num sítio seguro, por baixo de uma mesa ou na ombreira de uma porta. 

E depois aguardamos, durante um minuto, o tempo da ação sísmica, e podemos contar em voz alta até 50"

Chefe da divisão de comunicação e sensibilização da Proteção Civil, Jorge Dias, ao Diário de Notícias.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Sismo sentido em Portimão

Sismo de magnitude 3,6 na escala de Richter 

O epicentro situou-se a cerca de oito quilómetros a noroeste de Portimão, acrescentou o IPMA.
Segundo o o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), não houve danos humanos, nem materiais.


sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Uma saudação aos Bombeiros de todo o Mundo

Durante as férias escolares, os nossos Bombeiros não tiveram descanso.

O fogo não deu tréguas durante território português.


Os incêndios foram tantos e de tal dimensão que foi necessário ser acionado o Mecanismo Europeu de Proteção.
Os militares de outros países vieram colaborar connosco, no combate aos fogos que atingiram de forma agressiva várias povoações…como foi possível de termos um número elevado de incêndios simultaneamente!!!????
Os planos de emergência de protecção civil foram ativados de modo a evitar uma catástrofe….os fogos, quando são por causas naturais, não marca o dia nem a hora que assolará ….a prevenção e as simulações prévias ajudam a evitar o pior!
As condições meteorológicas (temperaturas altas e ventos fortes) ajudaram a propagação dos fogos sem que os nossos técnicos pudessem intervir de foram célere.
Segundo consta, o sistema de comunicações de emergência, o SIRESP, apresentou  falhas …lamentamos o falecimento de um grande número de pessoas e desejamos as rápidas melhoras às que continuam hospitalizadas.

Contudo devem as populações tomar medidas preventivas para evitar o pior junto das suas habitações e alertar a quem de direito para situações que possam conduzir a uma catástrofe semelhante!


sábado, 29 de julho de 2017

Setúbal- no final do mês de julho 2017

Setúbal: Fogo controlado mas chegou a atingir habitações.- Diário de Notícias- 25 de julho 2017

Foram várias as corporações, viaturas e um helicóptero envolvidos no combate ao incêndio que deflagrou em Setúbal.  
A população da Quinta dos Vidais e da Reboreda foi aconselhada a evacuar as suas casas, por parte da equipa da Proteção civil, por precaução. "Apelamos à população para se dirigir para zonas de menor risco, designadamente para a avenida Luísa Todi, ou outras", pedira a Proteção Civil Municipal, citada pela Lusa.
O fogo teve início numa zona de mato, zona florestal no Casal dos Combros, chegou a tocar algumas habitações, que ficaram danificadas. A estrada N10 foi cortada, uma vez que as chamas “atravessaram para o outro lado da estrada”.
O Hospital da Luz não precisou de intervenção de emergência. 

















http://www.dn.pt/sociedade/interior/incendios-mais-de-70-bombeiros-combatem-fogo-em-setubal-8662937.html

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Nuvem tóxica em Setúbal



Incêndio no armazém de enxofre, na fábrica da Sapec- Setúbal,  causou uma nuvem tóxica de fogo, na nossa cidade.
Como medida preventiva, receando as condições meteorológica desfavoráveis (vento) que levassem à propagação da nuvem para junto das populações foi emitida uma nota para o encerramento de instituições púplicas, nomeadamente as escolas de Setúbal. 


O enxofre é um produto abrasivo, tóxico e apresenta um cheiro intenso..

No combate às chamas, alguns bombeiros foram vítimas de queimaduras leves.